top of page

As Licenciaturas estão "morrendo"?

Atualizado: 31 de out. de 2023

Os números são preocupantes, é o que nos mostra o Censo da Educação Superior (Inep, 2022). O número de INGRESSANTES está cada vez menor, os CONCLUINTES seguem abaixo da média histórica (isso mostra que a Taxa de Sucesso está diminuindo, ou seja, a EVASÃO está aumentando) e o Crescimento na Base de Alunos é o menor dos últimos anos.


Quando comparamos os dados de 2019 com os de 2021, observamos uma queda de -32,4% no crescimento da base de alunos, ou seja, a base de alunos das Licenciaturas "encolheu".


Alguns podem pensar (prematuramente) que isso se deve à pandemia, seria o mais lógico, dada a circunstância. Porém, quando comparamos com os cursos de Bacharelado, que teve crescimento de 7,8% e com os Tecnólogos, que também cresceu (impressionantes) 48,6% no mesmo período, entendemos que não é só isso.


Segundo o Inep (2022), "Desde 2014 há uma tendência de queda no número de ingressantes em cursos de graduação presencial. Nesse período até 2020, os cursos EaD registram crescimento no número de ingressantes. Cabe observar, entretanto, que em 2021, o número de ingressos caiu tanto nos cursos presenciais quanto nos cursos a distância."


Na tabela estampada na imagem abaixo é possível visualizar, ano a ano, desde 2011, o total de INGRESSANTES, o número de CONCLUINTES, o Crescimento da Base de Alunos e a Taxa de Sucesso das Licenciaturas. As conclusões e comentários sobre o que estaria acontecendo, deixo por conta dos amigos (prefiro me ater ao fator quantitativo).


Marcos Rosa




Comentários


bottom of page