Como promover a inovação educacional?Lei Nº 14.180, de 1º de julho de 2021



Diante das transformações geradas pela era do conhecimento e da informação é indispensável adaptar e acompanhar esse novo cenário tecnológico e suas novas tendências no ambiente educativo. Sob essa ótica, utilizar a tecnologia de maneira assertiva gera qualidade e equidade para o ensino, além de aprimorar a gestão dos processos internos, otimização nos sistemas de matrícula, controle de evasão escolar e melhoria nos fluxos das informações.


A robótica, realidade virtual, inteligência artificial e hibridização passaram a fazer parte das práticas pedagógicas de forma a proporcionar experiências diferenciadas e mais atrativas para os estudantes. Neste contexto, é percebido que muitos recursos tecnológicos foram incorporados pelas instituições de ensino com o objetivo de ofertar uma educação de qualidade contemporânea.


Ademais, a inovação tecnológica acelerou a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC´s) e promoveu uma nova concepção sobre o aproveitamento do espaço escolar e acesso digital para os profissionais da educação e para os estudantes. Além disso, ressignificou o protagonismo de alunos e professores na participação ativa nesse processo de aprendizagem colaborativa.

.

As possibilidades de aplicação das TIC´S são inúmeras. Assim sendo, devemos refletir sobre os desafios que vão desde a aquisição de recursos tecnológicos e adaptação à nova cultura digital até o uso de metodologias didáticas, levando em consideração os diferentes ritmos e necessidades de aprendizagem de cada aluno.


Nessa perspectiva, é fundamental pensar em estratégias e métodos que utilizam diferentes tecnologias para gerir os sistemas educacionais e construir um novo modelo de escola que estimula a criatividade, inovação e facilita a conectividade dos atores desse universo educacional.