Em que podemos avançar em avaliação?


Um dos mais difíceis e principal avanço relacionado à avaliação seria a da possibilidade de diálogo entre avaliado e avaliador, onde houvesse uma reflexão conjunta sobre a instituição e seus cursos, buscando o sentido do que está sendo avaliado.


Se a avaliação educativa, de natureza formativa, pressupõe esta formação de sentido, isto só seria possível por meio do diálogo. Nesta prática, deverá ser permitido ao avaliador considerar as características institucionais e o processo irá gerar uma reflexão que vai “implicar”, fazendo com que o movimento institucional seja possível, sem danos, sem castigos, mas de forma cooperativa, construtiva, educativa.


Uma das funções do resultado da avaliação é a de apresentar uma fotografia do setor, para que o Governo possa pensar, a partir daí, em políticas públicas adequadas para o desenvolvimento da educação no País. No entanto, o que se tem atualmente em termos de políticas são ações formativas?


A visão ainda me parece apenas punitiva, desde antes da LDBEN e continuou com ela. Numa visão educativa, não seria mais apropriado verificar inicialmente as IES que obtiveram conceito máximo, e não aquelas que obtiveram conceito mínimo? O nosso olhar não deveria se voltar primeiramente para quem “acerta”, e não pra quem “erra”?


Para que exista este entendimento, é preciso estar vocacionado para a educação, sentir a responsabilidade social de suas atividades, considerá-la gratificante e carinhosamente. Entender que ali, naquele ambiente, estão se formando homens, está se definindo a participação humana num substantivo, que é o tempo. Pensando assim, uma das obrigações da escola é oferecer ao estudante o seu tempo, conviver com ele, ajudá-lo a encontrar o seu caminho, o seu potencial. Se encontramos esta escola, ela estará adequada e cumprindo o seu papel, mesmo que não atenda a todos os requisitos de uma avaliação formal.


A Carta Consulta oferece este trabalho de preparação/simulação para o recebimento de Comissões de Avaliação para qualquer processo em sua instituição e será um prazer conversar com você sobre isso. Não corra riscos!



Roberta Muriel

Professora do MBA Administração Acadêmica e Universitária e Diretora da Carta Consulta

#avaliação #gestão #gestãodeies #gestãouniversitária #avaliaçãoinstitucional