top of page

Uma Breve História da Demanda pelo Curso de Graduação em Enfermagem


A modalidade presencial:

Entre 2011 a 2021, 942 IES ofereceram 2.049.206 vagas no curso de graduação presencial em Enfermagem. A evolução no número de ingressantes vem caindo desde 2019, saindo de 96,3 mil alunos para chegar a 85,5 mil em 2021, mas a maior queda ocorreu entre 2019 para 2020. Em 2020 também ocorreu um aumento significativo da base de alunos concluintes.


A modalidade educação a distância:

No mesmo período (2011 a 2021), 14 IES ofereceram 628.039 vagas no curso de graduação EaD em Enfermagem. A evolução no número de ingressantes vem aumentando desde 2015, com crescimento exponencial de 2020 a 2021.


No presencial tem formado mais alunos do que formava antes e, embora os dados não sejam conclusivos, pode estar ocorrendo uma retomada do curso.


Na EaD, considerando que 98,5% dos alunos ingressantes são de vagas novas e apenas 1,46% são de vagas remanescentes e que o curso apresenta aumentos na base de ingressantes e de alunos matriculados, parece haver uma adequação entre o perfil da demanda e a forma como as instituições EaD oferecem a graduação em Enfermagem. Nota-se que poucas IES concentraram a oferta de vagas mais de 600 mil vagas no período analisado.


Então há demanda pelo curso de graduação em Enfermagem, mas ela se estabelece de forma mais consistente na EaD, talvez em função do ticket-médio menor nas mensalidades. A Covid-19 pode ter acelerado a demanda pelo curso nesta modalidade, mas é importante observar que o número de ingressantes já aumentava de forma consistente antes da Pandemia. Vale lembrar que neste curso, 95,71% são de alunos que vieram da rede pública de ensino.


As preocupações para a Enfermagem EaD estão relacionadas com a evasão, ou seja, como manter os alunos ingressantes e, naturalmente, com o ENADE (obter os mesmos resultados do que o presencial). Para as presenciais o exercício volta-se para a readequação de ticket-médio ou algum programa de financiamento que proporcione o interesse, a adesão e a permanência dos alunos, devendo gerar e comunicar valor suficientes para retomar o crescimento da demanda pelo curso presencial.


Desafios interessantes e complexos.


Teríamos outras preocupações e exercícios para fazer? Sem dúvida. Mas para identifica-los é preciso conhecer os números do setor educacional. O Consulta EDUCA é um sistema de inteligência essencial para tomar decisões estratégicas orientadas por dados.


Solicite uma reunião para saber mais sobre outros cursos e também sobre o B.I. Consulta EDUCA.


Wille Muriel



Comments


bottom of page